“Família” vai estar no centro do Encontro da Pastoral Social

O XXXI Encontro da Pastoral Social vai ter como ponto de partida a Exortação apostólica pós-sinodal “Amoris Laetitia” do Papa Francisco.

De 19 a 21 de setembro, em Fátima, o Secretariado Nacional deste organismo da Igreja Católica quer partir do documento Papal para olhar a família e a transformação social.

A conferência de abertura, no dia 19 de setembro, estará a cargo de Guilherme d´Oliveira Martins numa sessão que contará com a presença D. António Francisco dos Santos, Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana e com o Pe. José Pereira de Almeida, Secretário da referida Comissão.

Ainda no primeiro dia de encontro, o teólogo Juan Ambrosio, da Universidade Católica Portuguesa, tem agendada uma conferência intitulada: “Proposta global do Papa Francisco”.

No dia 20, da parte da manhã, haverá um painel sobre “As famílias mais frágeis” com Maria do Rosário Carneiro, da Comissão Nacional Justiça e Paz, José Paulo Carvalho, da Hope Care, empresa especializada em telecuidado e telesaúde e Alexandra Constantino da SolSal – Solidariedade Salesiana. Ainda da parte da manhã, Cristina Archer e Élio Borges abordam o tema “Família e trabalho”. À tarde, um dos painéis abordará a “Educação, liberdade e sonho” e um outro abordará a “Família, ócio e negócio”.

No dia 21, último dia do encontro, “O futuro da família e o cuidado da casa comum” será o tema da Conferência de Pedro Francisco, do grupo Avitel, e Beatriz Moroz, do Parlamento Europeu.

A conferência de encerramento está a cargo de D. Ilídio Leandro, Bispo de Viseu.

Pode ver aqui o programa completo do XXXI Encontro da Pastoral Social.