Utentes, familiares e colaboradores na Festa da Família do Lar Betânia

Utentes, familiares e colaboradores fizeram a “Festa da Família” no Lar Betânia. O Dia de Reis dava o mote à peça de teatro e lá fomos encontrar São José e Nossa Senhora, o Menino e os pastores e claro... os Reis Magos.

Verdadeiros artistas que proporcionaram uma tarde de convívio ainda em ambiente natalício. E nem faltou uma venda solidária  para ajudar a adquirir uma carrinha adaptada para trazer mais qualidade de vida aos utentes com mobilidade reduzida.

A celebração do Dia de Reis é  a ocasião escolhida pelo Lar Betânia, em Fátima, para celebrar a Festa da Família. Passada a azáfama da celebração do Natal e da passagem de ano, a data que assinala a chegada dos três Reis Magos ao local do nascimento do Menino Jesus, é ocasião para se juntarem utentes, familiares e colaboradores num grande momento de convívio vivido em família.

“É a nossa Festa de Natal”, explica ao Jornal da Família, Maria José Carvalho, Diretora do Lar Betânia. Uma instituição a cargo das Cooperadoras da Família que acolhe cerca de 70 idosos. “No Natal há muitos utentes que vão para casa dos familiares e agora estão de regresso e então fazemos este momento de convívio em família com os utentes, os familiares e os colaboradores”, conta a Cooperadora Maria José.

Pouco a pouco, o renovado salão do Lar foi-se enchendo com os residentes na instituição mas também com os filhos e netos que chegavam para uma tarde de convívio junto dos familiares e dos colaboradores do Lar. A primeira salva de palmas foi para uma retrospetiva do ano de 2017 que recordou os momentos vividos pelos utentes do Lar ao longo do último ano.  

                                                               

Os Magos passaram pelo Lar Betânia

O  momento mais aguardada era a peça de teatro  “A caminho de Belém”. Uma encenação que pegou nos textos do evangelho de S. Mateus sobre a chegada dos Reis Magos à gruta de Belém. Os atores foram os utentes do Lar, familiares e colaboradores que, vestidos a rigor, derem o seu melhor para encantar os presentes.  Lá estava Nossa Senhora e São José, o Menino, a vaca e o burro, os pastores e claro... os Reis Magos que chegaram de longe com as oferendas para o Menino.

“É claro que queremos transmitir uma mensagem cristã mas, acima de tudo, queremos criar um momento de convívio e o que importa é a participação” , explica Maria José.

Para Sara Domingues, Técnica de Serviço Social no Lar Betânia, os utentes ficam muito contentes em participar nestas atividades. “É uma forma de os valorizar e é também uma alegria para as famílias que gostam de sentir que os familiares que aqui estão institucionalizados são valorizados e são integrados”.

Na medida das suas possibilidades, todos são convidados a participar e a festa fez-se com utentes, colaboradores e familiares .“Nós tentamos sempre criar este envolvimento global promovendo sempre o nosso lema: Somos mais Família” .

Conceição Jordão Amaral personifica bem este espírito. Veio acompanhada pela Maria, de 8 anos, e o Rafael,  de 10 anos.  Conceição fez o papel de narrador com  a ajuda do Rafael e Maria foi a voz do Anjo. Conceição tem a mãe e um irmão neste Lar e foi com entusiasmo que veio, com os seus dois filhos, participar no teatro. “Sabemos que viemos dar alguma alegria a estas pessoas. Eles não se sentem sós, sentem o nosso amor quando vimos cá. Juntos somos uma família”, conta Conceição.

Venda solidária

Mas o trabalho dos utentes não se ficou apenas pela participação na peça de teatro. Foi organizada uma venda solidária com trabalhos elaborados pelos utentes do Lar. Podiam-se encontrar trabalhos em cortiça,  em fósforo, crochet, licores e muitas mais peças elaboradas também por benfeitores do Lar Betânia que as oferecem a esta instituição. “Esta venda é uma forma de divulgarmos o que eles fazem e valorizarmos o trabalho deles”, conta Sara Domingues.

O resultado da venda tem este ano um fim bem especifico:  adquirir uma carrinha para transporte de utentes com pouca mobilidade, equipada para duas ou três cadeiras de rodas. “Grande parte dos nossos utentes tem pouca mobilidade por isso queremos adquirir uma carrinha que nos permita transportar os nossos utentes mais fragilizados a nível motor às consultas mas também a pequenos passeios pequenas atividades”, explica a diretora do Lar Betânia.

Recorde-se que as instalações do Lar Betânia foram, no último ano, alvo de uma profunda remodelação e a aquisição da carrinha adaptada para transporte de utentes com pouca mobilidade insere-se num plano global de remodelação que tem vindo a contribuir para uma melhor qualidade de vida dos utentes.

O resultado da venda dos trabalhos pode não ajudar a suportar o total das despesas mas, com certeza, que vem dar uma boa ajuda.

O dia da Festa da Família terminou com um lanche para utentes, familiares e colaboradores, também ele fruto da partilha de todos aqueles que quiseram colaborar.

Veja aqui a galeria de fotos

Texto: IM/Jornal da Família - 07.01.2018